Alta Floresta (MT), 29 de maio de 2020 - 13:44

Economia

15/10/2019 07:08 Fonte: Gazeta Digital

Previsão é faturar R$ 769 milhões no Natal em MT

Demanda maior de consumo faz o comércio projetar receita de R$ 769 milhões em Mato Grosso com as vendas no Natal de 2019. O valor é 3,1% maior que o resultado obtido em 2018 e junto com ele vem o aumento na oferta de vagas temporárias nas lojas. Neste fim de ano, o comércio contratará cerca de 1,7 mil pessoas para trabalhar em dezembro, o 2º melhor número desde o período pré-crise. As estimativas são da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), ao apontar que a principal data comemorativa do varejo deve movimentar R$ 35,9 bilhões no país.

Segundo a entidade, este será o 3º ano consecutivo de crescimento nas vendas natalinas em Mato Grosso. Em 2017 houve 14,7% e em 2018 de 0,7%, após dois anos de recuo: em 2015 a queda foi de 8,7% e em 2016 de 13,4%. Ainda de acordo com a instituição, as 1,7 mil vagas abertas este ano perfazem um dos maiores números desde 2013, quando os comerciantes do Estado contrataram 1,9 mil profissionais. Mas, apresenta leve recuo sobre 2018, quando foram 1,8 mil vagas. 

Fábio Bentes, economista da CNC, explica que o resultado mostra a tendência de recuperação da crise. “No país, este é o 3º ano de crescimento nas vendas para o Natal. Fica claro que as vendas e a economia vêm ganhando força lentamente. Este ano é mais otimista, também, por conta da liberação do FGTS e do PIS/Pasep, que coincidiu, em parte, com as compras do Natal. E a inflação mais baixa suaviza o parcelamento para o consumidor, o que gera ânimo para consumir”. 

De acordo com a pesquisa, o setor de vestuário e calçados vai responder por 62,5% das vagas, seguido pelo segmento de hiper e supermercados (12,8%) e de artigos de uso pessoal e doméstico (10,7%). As vagas serão principalmente para as áreas de vendas (62%), operadores de caixa (14%) e almoxarifes e armazenistas (5%). 

Na Big Lojas, que tem 5 unidades em Cuiabá, serão contratados cerca de 30 profissionais para o período, principalmente para vendas (25) e crediário (5). O proprietário da loja, Emir Teló, está esperando alta de 3% nas vendas de Natal. “Ano passado contratamos a mesma quantidade. As contratações começam em novembro e o volume total de vagas depende das vendas de novembro”. 

Na Real Brinquedos, o proprietário Gilmar Rocha quer aumentar o quadro em cerca de 20%, com a contratação de 20 temporários. O número pode chegar a 25, dependendo do movimento no fim do ano. São admitidos profissionais para os cargos de vendedor e auxiliar de vendas, com e sem experiência. “Normalmente eles ficam o mês inteiro de dezembro. E, se forem bons, ficam até janeiro e fevereiro e há possibilidade de efetivação”. 

Segundo a CNC, a taxa de efetivação dos trabalhadores temporários deverá ser a maior dos últimos 5 anos, com expectativa de absorção definitiva de 26,1%.

 


Editorial progresso11

Progresso FM 102,1

Av. Ludovico Da Riva Netto, 3274
Alta Floresta/MT - CEP 78580-000
Fone (66) 3521-3501 ou 3521-8188

 

 

Redes Sociais

Alta Floresta
Carregando...

? ºC

/

Proibida a reprodução de conteúdo sem citação da fonte.

Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo