Alta Floresta (MT), 22 de setembro de 2019 - 17:35

Esportes

11/09/2019 07:21 Fonte: Globo Esporte

Arena da Baixada x Beira-Rio: Athletico e Inter medem forças de suas casas em decisão

Bruno Guimarães, Rony e Marco Rúben de um lado... D'Alessandro, Edenílson e Guerrero do outro. Athletico e Inter opõem seus talentos em campo nos 180 minutos que valem o título da Copa do Brasil. Mas além das quatro linhas, os dois rivais medem suas forças como mandantes, em um duelo à parte entre os seus respectivos estádios como protagonistas das campanhas em 2019.

A Arena da Baixada recebe o duelo de ida, nesta quarta-feira, às 21h30. O Beira-Rio será o palco da grande decisão, no dia 18, também às 21h30. Cada estádio tem seu estilo particular e são diferentes até no tipo de grama. Mas os dois costumam fazer valer o fator local para as duas equipes. Tanto Athletico quando Inter somam quase 80% de aproveitamento como mandantes na temporada.

Se ainda restava alguma dúvida, os jogos da volta das semifinais foram provas definitivas disso. O Inter já havia vencido o Cruzeiro no Mineirão e atropelou no Beira-Rio: vitória por 3 a 0 ao natural. O Athletico, por sua vez, foi épico. Devolveu a derrota por 2 a 0 da ida e venceu o Grêmio nos pênaltis por 5 a 4 em uma noite para a história na Arena.

 

Às vésperas do jogo de ida da decisão, o GloboEsporte.com levantou os números dos dois rivais como mandantes em 2019 e sob o comando de Odair Hellmann e Tiago Nunes. O Inter leva pequena vantagem. Mas você duvida das forças caseiras de Colorado e Furacão? 

Força da Baixada

A virada histórica sobre o Grêmio na última quarta-feira é mais um capítulo – bastante significativo – da sintonia entre Athletico e a Arena da Baixada, hoje com sua grama sintética como elemento a mais para impor dificuldades aos rivais. O ápice recente desta sinergia ocorreu em 2018, com a conquista da Copa Sul-Americana, erguida diante do torcedor dentro de casa.

Mas os números da temporada e sob o comando do Tiago Nunes reverberam a força caseira do Furacão. O clube soma 74,6% de aproveitamento nos 25 jogos que disputou em casa em 2019, com 18 vitórias, dois empates e cinco derrotas.

O rendimento sobe, se excluído o retrospecto da equipe de aspirantes no título do Campeonato Paranaense. São 16 jogos do time principal, com 77% de aproveitamento.

 

O Athletico na Arena da Baixada

Em 2019 Com o time principal em 2019 Com Tiago Nunes (desde julho de 2018*) Na Copa do Brasil
25 jogos 16 jogos 35 jogos 3 jogos
18 vitórias 12 vitórias 27 vitórias 2 vitórias
2 empates 1 empate 4 empates 1 empate
5 derrotas 3 derrotas 4 derrotas 0 derrotas
Aprov: 74,6% Aprov: 77% Aprov: 80,9% Aprov: 77,7%
44 gols feitos 24 gols feitos 66 gols feitos 4 gols feitos
13 gols sofridos 6 gols sofridos 16 gols sofridos 1 gol sofrido

* Tiago comandou o time B em mais 10 jogos no título do Campeonato Paranaense em 2018. Com estas partidas, o aproveitamento é de 79,4%

Tiago Nunes também apresenta números expressivos no comando do Athletico na Arena da Baixada. Em 35 jogos desde que assumiu como interino, são 80,9% de aproveitamento. Antigo técnico dos aspirantes, ele comandou o Furacão em um total de 45 partidas oficiais, com 33 vitórias, oito empates e quatro derrotas, para um total de 79,2% de aproveitamento.

A equipe até sofreu uma derrota recente, para o São Paulo pelo Brasileirão – e são duas vitórias desde então. Mas está invicta nos três jogos pela Copa do Brasil na Arena da Baixada. 

Mais de cinco meses de invencibilidade

Do outro lado, o Inter ainda persegue o primeiro título sob o comando de Odair Hellmann. E tem a chance de erguê-lo logo no Beira-Rio para fazer jus ao território que é o diferencial da equipe desde que o técnico assumiu o cargo, no final de 2017. São apenas quatro derrotas no estádio em duas temporadas. E não é exagero dizer que o Colorado só chegou aonde está devido ao fator local.

Na disputa entre dois mandantes poderosos que sabem bem usar a força de seu reduto, o Inter tem números melhores em sua casa na comparação com o Athletico. Inclusive na Copa do Brasil: a equipe venceu os três jogos na competição até aqui.

Mas os números vão além na temporada. O Inter soma 79,4% de aproveitamento em 26 jogos, com 19 vitórias, cinco empates e duas derrotas. Ambas pelo Gauchão.

A equipe não perdeu em compromissos por Brasileirão, Copa do Brasil e Libertadores. São 85,1% de aproveitamento em 18 jogos, com 14 vitórias e quatro empates.

Inter no Beira-Rio

Em 2019 Com Odair (desde 2018) Na Copa do Brasil
26 jogos 53 jogos 3 jogos
19 vitórias 40 vitórias 3 vitórias
5 empates 9 empates 0 empates
2 derrotas 4 derrotas 0 derrotas
Aprov: 79,4% Aprov: 81,1% Aprov: 100%
Gols feitos: 45 Gols feitos: 95 7 gols feitos
Gols sofridos: 16 Gols sofridos: 30 1 gol sofrido

Por falar em derrota, o Inter defende uma invencibilidade de mais de cinco meses e um total de 19 jogos. O Colorado não perde no Beira-Rio desde 27 de março, quando foi batido por 1 a 0 pelo Novo Hamburgo.

 

O aproveitamento de Odair Hellmann no estádio é levemente superior ao de Tiago Nunes. Em dois anos, o técnico tem 81,1% de aproveitamento num total de 53 jogos.

Athletico-PR e Inter se enfrentam no jogo de ida da final da Copa do Brasil nesta quarta-feira, às 21h30, na Arena da Baixada. A volta está marcada para o dia 18, também às 21h30, no Beira-Rio.


Editorial progresso11

Progresso FM 102,1

Av. Ludovico Da Riva Netto, 3274
Alta Floresta/MT - CEP 78580-000
Fone (66) 3521-3501 ou 3521-8188

 

 

Redes Sociais

Alta Floresta
Carregando...

? ºC

/

Proibida a reprodução de conteúdo sem citação da fonte.

Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo