Alta Floresta (MT), 11 de dezembro de 2019 - 23:39

Geral

14/11/2019 18:38 Fonte: Revista Época/Guilherme Amado

ARAS: 'TOFFOLI NÃO TEVE ACESSO A RELATÓRIOS DO COAF, ENTÃO NÃO HÁ RISCO'

O procurador-geral da República, Augusto Aras , não vê nenhum risco à integridade das informações sigilosas presentes nos relatórios de inteligência financeira (RIFs) solicitados por Dias Toffoli ao Banco Central — conforme mostrado hoje pelos repórteres Reynaldo Turollo Jr. e Thais Arbex.

 

Em entrevista à coluna, Aras afirmou que a resposta de Toffoli de que ele não recebeu nem teve acesso aos relatórios "torna desnecessária qualquer medida".

"Como o presidente anunciou que ele não deu acesso a ninguém e tampouco teve acesso, isso torna desnecessária qualquer medida. Não há risco da integridade do sistema financeiro, então não há medida alguma para o PGR tomar".

Aras afirmou que vai esperar o julgamento da semana que vem no plenário do STF, em que será decidido se os ministros mantêm ou derrubam a liminar de Toffoli que suspendeu todos os processos investigativos criados a partir do repasse de dados detalhados de Coaf, Receita Federal e Banco Central.

A liminar de Toffoli beneficiou Flávio Bolsonaro, investigado pelo Ministério Público do Rio de Janeiro a partir de informações detalhadas entregues pelo Coaf.

"A questão é menor do que está sendo discutida. Não vou entrar com medida de segurança ou algo assim (sobre o acesso de Toffoli aos relatórios de inteligência). Não há risco para o sistema financeiro. Vou aguardar o julgamento para depois ver como fica a situação", afirmou, complementando: "Se o pessoal queria sangue, não vai ter. É isso. O resto é fofoca".

 


Editorial progresso11

Progresso FM 102,1

Av. Ludovico Da Riva Netto, 3274
Alta Floresta/MT - CEP 78580-000
Fone (66) 3521-3501 ou 3521-8188

 

 

Redes Sociais

Alta Floresta
Carregando...

? ºC

/

Proibida a reprodução de conteúdo sem citação da fonte.

Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo